Copa LPF também destaca os treinadores desta temporada

A fase de play-offs da Copa LPF está prestes a começar e nesta edição do torneio, os destaques não ficaram apenas dentro das quatro linhas. Fora delas, muita gente trabalhou duro em busca de uma das vagas à segunda fase da competição. Confira abaixo, um breve perfil de quatro treinadores que fazem parte destas equipes classificadas:

Flavinho Cavalcante (Tempersul/Dracena):

Dentre os treinadores que seguem com suas respectivas equipes na fase de playoffs da Copa LPF, é o mais experiente. Ao longo de sua carreira, Flavinho passou por diversas equipes, dentre elas, Palmeiras, Malwee/Jaraguá, GM, Ulbra, AD Tubarão, São Caetano/Corinthians, Fortaleza EC, Santa Fé/Funec, São Paulo/Marília, Cachoeira/Granol, São José Futsal, Mombaça Futsal, Guarany/Frederico Westphalen, além de equipes do futsal chinês e seleção brasileira (como auxiliar técnico). O treinador teve sua primeira passagem pelo futsal dracenense em 2016 e retornou no início desta temporada.

Juliano Martins (Pulo Futsal):

Desde 2017 à frente do Pulo Futsal/Campinas, o técnico Juliano Martins trouxe toda sua bagagem adquirida no Mogi das Cruzes Futsal, onde comandou as categorias sub-20 e principal). Além de saber trabalhar com jovens talentos, ‘Jabá’ também consegue administrar um elenco com atletas mais ‘veteranos’. Ao se desligar do futsal mogiano, o técnico teve uma rápida passagem pelo Jacareí Futsal e Inter Mogi (sub-20), mas foi no Pulo Futsal que sua carreira ganhou uma projeção ainda maior.

No ano de 2019, ao lado de Leandrinho (Taubaté Futsal), fez parte da Seleção da LPF, que disputou o primeiro Campeonato Brasileiro de Seleções de Ligas, disputado em Seara (SC). Em 2020, levou sua equipe ao vice campeonato da LPF (Liga Paulista de Futsal) e ficou com o título de melhor treinador da competição.

Renato Sacco (CATS):

O ex-fixo, que passou recentemente pela AABB/Mapfre e Futsal Taboão, faz parte desta nova geração de treinadores. Renato Sacco assumiu o CATS (Clube Atlético Taboão da Serra) no começo deste ano e já em sua primeira experiência como técnico, garantiu sua equipe na segunda fase. Vale ressaltar que o CATS também estreou em competições da LPF também nesta temporada.

Igor Coimbra (Yoka/Milclean):

Mais um jovem e competente treinador, Igor Coimbra assumiu o Yoka/Milclean, de Guaratinguetá há pouco mais de duas temporadas e em um curto espaço de tempo, conseguiu impor seu padrão de jogo. Antes de ser treinador, Igor atuava como atleta no próprio Yoka, onde fez parte do elenco vice-campeão da Copa LPF, de 2015, quando o time perdeu a final para a Intelli/Orlândia.

Assim que Igor “pendurou as chuteiras”, atuou diretamente com o até então,  técnico Wesley Szabo,  tanto na função de auxiliar  , como na função de scoutt.

 

Fotos: Assessorias dos clubes