Em jogo de 10 gols, Wimpro abre vantagem mas cede a virada à FIB/Bauru

No quinto jogo da Copa LPF, realizado na noite dessa quinta-feira (15), a Wimpro/Guarulho recebeu o Bauru/FIB/SportBrasil.Bet, no ginásio do Sindicato dos Metalúrgicos de Guarulhos (Grande SP), onde o time da casa chegou a abrir 3 x 0 no placar, mas viu a reação dos visitantes, diminuindo o marcador ainda na primeira etapa e virando o jogo na etapa complementar.

A Wimpro começou bem a partida, jogando mais fechada, dando a posse da bola ao Bauru e explorando os contra-ataques. E assim abriu o marcador, logo com três minutos de jogo, em que o fixo Ferri recebeu pela esquerda e bateu forte de fora da área, a bola pegou no travessão e entrou.

A equipe guarulhense seguiu criando oportunidades claras, como no lançamento de Neguinho em que Viegas ajeitou de cabeça, mas Dida chutou fora. Em outra oportunidade, Ferri bate buscando o ângulo, mas a bola não entrou. Porém, restando 7 minutos para o encerramento da primeira etapa, Dida, em novo contra-ataque, marcou o segundo gol dos mandantes.

O Bauru começou a se acertar mais na partida, finalizando mais e exigindo ótimas defesas do goleiro guarulhense, Lucas. O próprio arqueiro guarulhense seria o protagonista do terceiro gol, já que repôs a bola na direção do gol adversário e o goleiro Gustavo tocou na bola, não conseguindo segurar e vendo o terceiro gol da Wimpro restando 3 minutos.

O pouco tempo restante de primeira etapa foi suficiente para o Bauru reagir, já que fez o primeiro gol em jogada do pivô Kayque, que girou sobre a marcação e bateu ao gol. Depois diminuiu em tabela do ala Cassemiro com o pivô Pelé, e ainda conquistou o empate na sexta fala da Wimpro, em que o fixo Miranda bateu colocado e empatou o jogo em 3 x 3. A Wimpro ainda teve 10 segundos para fazer o quarto gol com Dida e terminar o primeiro tempo à frente do adversário.

Se a Wimpro começou fazendo gols na etapa inicial, a situação se inverteu na segunda etapa, já que com 2 minutos de jogo, novamente o pivô Kayque faz a jogada tradicional girando sobre a marcação e bate, a bola ainda desvia e mata o goleiro Lucas, novamente empatando o jogo.

Com informações e foto: Deyvid Xavier