Há um ano sem torcida, futsal sobrevive à pandemia

Há pouco mais de um ano, após a confirmação da pandemia mundial em decorrência do Corona Vírus, o esporte sofreu diversos impactos, dentro e fora das quadras. Com o futsal não foi diferente. Queda no orçamento, o que refletiu bastante na saúde financeira dos clubes,  sendo que muitos deles interromperam suas atividades, adaptações nos treinos, mudanças constantes no calendário e a falta de público.

Ao longo da temporada 2020, a LPF (Liga Paulista de Futsal), seguiu à risca todos os protocolos de saúde estabelecidos pelos orgãos competentes. Mesmo com os ginásios vazios, as competições – principalmente na categoria adulta – foram marcadas por grandes jogos, desde a primeira até a última rodada, quando a cidade de Araraquara (Interior do Estado), recebeu três decisões: sub-20 (masculino) e principal (feminino e masculino).

Se para o atleta, esta fase foi motivo de adequação, para o torcedor também. Aquele grito de gol ‘entalado’ na garganta segue preso até hoje. Mas, em contrapartida, mesmo diante tantas adversidades, a LPF – por meio de seu canal no Youtube – e canais parceiros espalhados por todo o Estado, conseguiram levar as emoções do futsal, sempre com jogos ao vivo, privilegiando todas as equipes participantes, incluindo a fase final das categorias menores, quando a TV LPF transmitiu todas as partidas das semifinais e finais.

Para este ano, a LPF segue na expectativa de retornar às competições o quanto antes, porém, mais uma vez, respeitando todas as normas e protocolos sanitários, preservando a saúde dos atletas e demais profissionais envolvidos na organização do campeonato (clubes e equipe técnica da LPF).

Enquanto não for possível a entrada do público, a palavra de ordem é manter o compromisso com este mesmo torcedor, agora com uma amplitude ainda maior no que se refere às transmissões ao vivo, uma vez que a entidade conta com novos parceiros, dentre eles, a LiveSports. Em breve, começará a Copa LPF e temos certeza de que, mais uma vez, será uma temporada de sucesso.

 

Foto: Daniel Graça