Tutu, ex-treinador da Botucatuense,  avalia o ano de 2020

A Associação Atlética Botucatuense entrou na LPF 2020 com o objetivo de ir longe na competição.  Mas, por conta de alguns tropeções e combinação de resultados,  o time comandado pelo técnico Tutu, não passou da fase classificatória.

Ao longo da primeira fase,  foram seis jogos,  com cinco derrotas e apenas um empate. A Botucatuense terminou em quarto lugar no Grupo 4, o qual tinha ainda Barão de Mauá/Ribeirão Preto, Intelli/Dracena e Uniara/Fundesporte

Tutu,  que recentemente se desligou da ABB, fala sobre a temporada:

Essa temporada de 2020 realmente foi algo surreal, um ano extremamente desafiador.  Além de vários acontecimentos inéditos, perdemos grande pessoas devido a esse vírus que chegou para nos assombrar, afinal é um inimigo invisível.

No âmbito profissional, 2020 iniciou com uma grande expectativa, na equipe na qual estava, tínhamos um bom plantel no início do ano, vencemos 2 dos 3 jogos de preparação, sendo uma dessas vitórias contra a equipe campeã nacional desta ano o Magnus Futsal (única derrota deles nesse ano), durante a série do Fred, um jogo memorável para todos nós e a nossa única derrota no início do ano foi para o Corinthians no Parque São Jorge, porém fizemos uma boa partida, competitiva contra o vice- campeão nacional e campeão da Supercopa.

O trabalho estava no início mas começando a entrar nos trilhos, porém com a chegada da pandemia tudo mudou, e infelizmente começamos a perder atletas, e desta forma ficou muito difícil conseguir atingir os resultados, e isso culminou com nossa saída precoce da Liga Paulista.

Porém o saldo visando a longo prazo foi positivo, pois demos oportunidade para vários jovens da cidade, dando respaldo para seu crescimento.

Fora das quadras o ano foi bom, onde acabei ministrando várias palestras e cursos, solidificando cada vez mais a marca desvendando o Futsal, e principalmente podendo mostrar um pouco do trabalho que venho desenvolvendo em todos esses anos, falando para todo Brasil e também para vários colegas do Mundo todos desde continente americano, Europa, Ásia, Oceania, absolutamente em todos os cantos do mundo.

Mesmo perante todas as dificuldade de 2020, temos sempre que der gratos e como diz o professor Mário Sérgio Cortella “fazer o seu melhor na condição que você tem, para quando tiver uma condição melhor fazer melhor ainda”. Deste modo levo um grande aprendizado comigo, com a certeza que estou no caminho certo, e que muitas coisas boas estão por vir em 2021 para todos nós. Agradeço a todos os atletas que passaram por mim, foi um prazer aprender e ensinar todos vocês. Agradeço a Liga Paulista, pois conheci pessoas formidáveis, como se diz vocês são brabos.

Que Deus abençoe a caminhada de todos nós e que os próximo desafios seja somente no âmbito profissional e não pela sobrevivência que foi esse 2020. Um forte abraço a todos”.

 

Foto: Divulgação/Marco Magnoni