Feminino: “Em 2021 estaremos em busca do bicampeonato”, afirma treinador do Guarujá

No último domingo (13), aconteceu no Ginásio Rogê Ferreira, em Campinas (Interior de São Paulo), a partida final entre Guarujá Futsal e CA Guarulhense, válida pela LPF Feminina – Categoria Sub-17. Na oportunidade, a representação de Guarujá ficou com o título inédito, ao aplicar 8 x 2. A competição foi mais uma novidade da Liga Paulista neste ano e reuniu diversas equipes do Estado.

Feliz com o feito inédito e histórico, o técnico Antonio Carlos Queiroz parabeniza a LPF por mais esta iniciativa:

Foi uma experiência prazerosa, afinal a Liga Paulista está incentivando o futsal feminino a ter mais visibilidade. Principalmente por toda estrutura que a Liga proporcionou, desde a recepção, gravação e premiações.  Trouxe efeito de felicidade pelo fato de ser o primeiro time feminino sub-17 a ser campeão da LPF em 2020. Em 2021 estaremos em busca do bicampeonato“.

Antonio também diz que promover uma competição deste porte, em meio à uma pandemia, não é uma tarefa tão simples:

Em meio a tantos caos, conseguir fazer um campeonato acontecer é uma coisa extraordinária, pelo fato de estarmos seguindo todos os protocolos da pandemia, mas a LPF conseguiu com o que acontecesse o campeonato.
Temos que entender que tempos difíceis exige amor ao extremo, fins dói, mas recomeço curam, em tempo de crise empatia é fundamental“, encerrou.

Destaques da LPF Sub-17:

Campeão: Guarujá
Goleira: Da Graci – Guarujá
Artilheira: Bebe – Guarujá
Competição: Giulinha – Guarujá
Destaque: Giulinha – Guarujá
Destaque: Sophia – Guarulhense

 

Foto: André Monetjano