O Mogi Futsal se despediu da temporada na última quinta-feira, quando foi até Santo André (ABC), e perdeu para o time da casa por 5 x 0. O resultado eliminou a equipe mogiana na fase quartas de final da Liga Paulista. Mesmo sem avançar no torneio, o técnico Goda se diz satisfeito com o que o elenco produziu em quadra:

“Estou contente pelo trabalho. Ficamos felizes pelo que apresentamos. Fizemos um primeiro tempo bom contra o Santo André, em outros jogos também fomos muito bem. Os jogadores assimilaram as situações que nós pedimos. Infelizmente no futsal tem muitos altos e baixos, até fisicamente, o que é natural. Mas cansei de falar para eles que nosso conjunto é bom. Hoje em dia não tem mais aquilo de jogador que vai decidir jogo sozinho. São poucos jogadores que fazem isso”, disse Goda ao site Globo Esporte.com

Neste primeiro ano como treinador, Goda (que já atuou com fixo também em ‘Mogi’), levou o time às semifinais da Copa Paulista, quartas de final da LPF, e conquistou o terceiro lugar nos Jogos Regionais. Sobre permanecer no comando do time, Goda diz que gostaria de dar sequência ao trabalho:

“Vamos conversar, analisar tudo o que foi feito no ano. Sabemos que nosso padrão financeiro é baixo, mas estamos no caminho certo, independentemente se eu vá ficar ou não, se alguns atletas também vão ficar. Para mim tudo é novo ainda. Mas espero permanecer na equipe para fazermos algo melhor para o ano que vem”, falou à reportagem do ‘GE’.