O N10 Jundiaí foi a Taboão da Serra na noite desta sexta-feira (6) para mais um importante jogo da Liga Paulista de Futsal. O adversário, em partida válida pela quarta de oito rodadas da primeira fase do torneio, foi o Futsal Taboão, em um confronto direto na luta por uma das seis vagas à próxima fase. Com o 3 x 3 no placar, a equipe jundiaiense somou um ponto valioso, que a coloca na sexta colocação, com 4 pontos conquistados. Já o adversário manteve-se em quarto lugar, agora com 5 pontos.

O Ginásio Poliesportivo José de Sousa Sobrinho, mais conhecido como Zé do Feijão, foi o palco da partida, que teve os donos da casa saindo na frente. No entanto, o N10 Jundiaí conseguiu uma virada e terminou à frente ao término do primeiro tempo, com gols de Natan e Matheus.

“Tomamos o 1×0, mas estávamos bem no jogo. Levamos um gol no retorno da marcação. Até então, eram seis finalizações nossas contra duas deles”, comentou Andrezinho, treinador do N10 Jundiaí. “Empatamos com um golaço do Natan e depois, em um contra-ataque, após exercermos uma marcação muito forte, viramos”, completou o comandante do time do craque Nenê, do Fluminense.

Na segunda etapa, o Futsal Taboão conseguiu a virada, porém nos instantes finais o N10 Jundiai, com um gol do goleiro linha marcado por Matheus, empatou o placar. “Nosso goleiro linha já começa a mostrar mais evolução, porque trabalhamos pouco essa função, devido ao curto tempo de trabalho. Quando estava 2×1 para nós, chutamos uma bola na trave que poderia ter matado o jogo. De qualquer forma, bom resultado, porque fomos buscar um ponto fora de casa”, disse o treinador jundiaiense.

“Fizemos uma boa partida, provavelmente a melhor de todas até agora. Tivemos 28 finalizações, contra apenas sete deles. Nos apresentamos bem. O Matheus foi destaque com dois gols. Ele errou no jogo anterior contra o São Caetano, então é muito legal resgatar um jogador que naquele momento sentiu-se abatido. A confiança é grande nele e nos demais jogadores”, contou Andrezinho.

O N10 Jundiaí teve não só a pressão da torcida local em Taboão pela frente, como também enfrentou um craque do futsal brasileiro, o pivô Simi, jogador com passagens pela seleção brasileira. “O Simi é referência deles, jogador de extrema importância para o Futsal Taboão, porque ele é realmente muito bom. Mesmo com a qualidade do time adversário, conseguimos fazer o jogo em cima do que nós treinamos. Contra-ataques rápidos. Essa é a nossa característica. Tudo que foi treinado, os jogadores fazem”, destacou o treinador.

“Nosso time realmente se portou muito bem. Marcou corretamente, criou vários contra-ataques e diversas oportunidades de gol. Além de acertarmos a bola na trave, o goleiro deles fez defesas inacreditáveis. Jogo de duas viradas, com empate em 3×3 no finalzinho. Por pouco não viramos para 4×3, não fosse uma difícil defesa do goleiro adversário. Um ponto somado fora de casa, que nos ajuda no campeonato, mas sentimos depois que a vitória teria sido merecida se tivesse ocorrido”, comentou Anderson “Tilico”, presidente do N10 Jundiaí.

Com informações e foto: ZDL Sports