Treinador do Mogi Futsal desde o último mês de janeiro, Goda, de 45 anos, acumula mais de 20 anos como atleta profissional, sendo um dos mais vitoriosos e respeitados do país. Toda esta ‘bagagem’ dentro das quadras, foram suficientes para dar o treinador plena condições de partir para a nova função.

Sob o seu comando, o Mogi das Cruzes se qualificou para a segunda fase da Copa Paulista com uma campanha histórica. Pela primeira vez, desde a criação da Copa Paulista (em 2012), o time de Mogi das Cruzes (Grande São Paulo), sempre figurou entre os primeiros colocados e encerrou a fase classificatória em terceiro lugar, com oito vitórias em 11 partidas.

Em entrevista ao site Globo Esporte.com, Goda falou sobre este início de temporada:

“A gente não esperava tanto neste início. Jogar é uma coisa, agora você tomar conta de 20 atletas é diferente. Mas como eu tenho destacado, os jogadores abraçaram o nosso trabalho, gostaram do que foi apresentado e conseguiram fazer. Sabemos que é uma situação nova, mas no dia a dia vamos tentando algumas coisa novas. O mais importante é a alegria de trabalhar e jogar, e eles estão muito motivados”.

Agora, a meta é outra: ir além e para alcançar mais este objetivo, o Mogi das Cruzes Futsal recebe o Uniara/Fundesporte, de  Araraquara, nesta sexta-feira (7), às 19h30, no Ginásio Professor José Limongi Sobrinho, em Mogi das Cruzes, com entrada franca.

Foto: Guilherme Borges