O início da temporada 2019 tem sido positivo para o Mogi Futsal e também para o fixo Thiago Canhoto. Afinal, ele vem sendo um dos destaques da equipe que terminou a primeira fase da Copa Paulista no terceiro lugar e que se prepara para enfrentar o Araraquara nas quartas de final, no dia 7 de junho, às 19h30, no ginásio do Botujuru, em Mogi das Cruzes.

Desde 2013 defendendo o Mogi, Canhoto é o jogador que está há mais tempo na equipe e uma das referências na atual temporada. Na última rodada da primeira fase, o jogador teve grande atuação ao anotar dois gols na vitória por 5 x 1 sobre o Hortolândia. O bom momento individual e do time é encarado como um recomeço na carreira pelo jogador de 35 anos, que, na última temporada, teve de lidar com a dura perda da mãe e com problemas físicos.

“No ano passado tive muitos problemas. Minha mãe muito doente. Tudo era por ela que eu fazia, mas estava na hora de ela ir. Eu estava muito desgastado por conta da preocupação e não treinava direito, porque ela sempre estava no hospital, e eu ia para o hospital. Hoje estou tendo mais participações nos treinos. Está tudo correndo bem. Tenho treinado bastante e também emagreci, que é algo que eu não consegui na temporada passada. Isso está me ajudando muito”.

Na avaliação do capitão do Mogi Futsal, as chegadas do técnico Goda e de novos jogadores ao elenco foram fatores com grande contribuição no bom início de ano da equipe, que, segundo Canhoto, vem mostrando evolução dia após dia.

“O nosso grupo mudou bastante. O professor Goda é muito inteligente, e isso está ajudando muito. Hoje estamos muito fortes. No dia 7 temos um jogo contra uma equipe [Araraquara] para quem nós perdemos na casa deles. Agora nosso time está mais tranquilo. O Goda já passou algumas coisas para nós, de que não é só atacar, mas marcar mais também. E era começo de temporada ainda. Estamos preparados para enfrentá-los aqui”, disse ao site Globo Esporte.com

Vale lembrar que as quartas de final da Copa Paulista serão disputadas em jogo único, e o Mogi vai jogar em casa por ter feito melhor campanha na primeira fase. No único confronto com o Araraquara até aqui, o time mogiano acabou goleado por 6 x 1, fora de casa, no dia 29 de março. A derrota foi uma das três da equipe, que ainda somou oito vitórias em 11 jogos.

Com informações e foto: Guilherme Borges | Globo Esporte.com