Dois times que mostraram várias qualidades nas seis primeiras rodadas da Copa Paulista de Futsal: Pulo do Gato/Sesderma e Tempersul/Dracena. Ambas se enfrentam a partir das 19h45 desta terça-feira (23), no Ginásio Rogê Ferreira, em Campinas (Interior do Estado).

Será o quarto jogo seguido dos dracenenses contra equipes que estão na parte de cima da tabela de classificação. Depois de perder para o Mogi e para a líder e Intelli e golear e passar o Taubaté, o Tempersul/Dracena, que ocupa o quarto lugar, enfrenta agora o segundo colocado (ao lado do Mogi). As duas equipes têm como marca a eficiência defensiva. Foram apenas nove gols sofridos por cada um dos times.

“Sabemos das dificuldades que teremos. O Jabá (técnico do Pulo do Gato) faz um grande trabalho, é uma equipe que tem uma marcação muito forte e tem no jogo de pivô um potencial muito grande”, falou o técnico Edilson Leite, ao analisar os pontos fortes do adversário.

Embora reconheça que o jogo é diferente dos demais, pois uma vitória fará o Dracena chegar aos mesmos 15 pontos do Pulo do Gato (e uma derrota levará os campineiros a abrirem seis pontos dos dracenenses), Edilson Leite evita tratar o duelo como uma “decisão”, com o objetivo de blindar o elenco contra qualquer tipo de pressão.

“Não vejo como desgastante essa nossa série. É algo natural, e é isso que tento levar aos atletas. Temos que saber lidar com isso. Não é uma vitória que nos fará a melhor equipe da competição. Claro que ela é importante. Da mesma forma, não será uma derrota que colocará tudo a perder, pois sabemos do trabalho sério feito pelas outras equipes, como no Pulo. É encarar isso como um processo natural, em que nosso time vem mostrando também seu potencial”.

Com informações: Globo Esporte.com | Foto: Divulgação/Dracena Futsal